O X Congresso Internacional de Pesquisa Bíblica promovido pela ABIB acontecerá nos dias 20 a 23 de agosto de 2024, na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas), na cidade de Belo Horizonte – MG, com o tema “Apócrifos e Extracanônicos”.

 

Justificativa do tema e ementa

O processo de definição do cânon bíblico foi lento e, sob alguns aspectos, conflituoso. Para o Antigo/Primeiro Testamento, há ao menos dois cânones oficiais: o da Bíblia Hebraica e o da Bíblia Grega (Septuaginta). Enquanto o judaísmo pós-queda de Jerusalém em 70 e.c. optou unicamente pelo cânon hebraico, as Igrejas cristãs optaram por adotar também alguns livros do cânon grego, sem, contudo, que houvesse um consenso. Por esta razão, há diferentes cânones do Antigo/Primeiro Testamento: católico, protestante e ortodoxos (no plural, porque também há falta de consenso interno).

Para o Novo/Segundo Testamento, o processo de aceitação foi ainda mais difícil e somente no IV século e.c., após o período das perseguições, as comunidades cristãs chegaram a uma unificação do cânon neotestamentário.

Esta divergência de cânones gerou também uma divergência quanto à nomenclatura para os livros não aceitos nos cânones oficiais: apócrifos, pseudoepigráficos, deuterocanônicos, extracanônicos, parabíblicos, anagignoskómena. Com a nomenclatura, vai também a opção ideológica e, por conseguinte, o preconceito em relação aos livros não considerados “canônicos”. Não obstante, estes mesmos livros refletem diferentes momentos da caminhada de fé do judaísmo e do cristianismo e, portanto, em algum momento, por alguma(s) comunidade(s), foram considerados inspirados e canônicos.

Este congresso da Abib pretende apresentar e discutir a importância deste corpo literário que, não obstante proscrito dos cânones oficiais, exerceu e ainda exerce grande influência, tanto no judaísmo, no cristianismo e em doutrinas exotéricas.

 

Convidados internacionais

Magdalena Díaz Araújo

Argentina, professora de duas universidades naquele país: Universidad Nacional de Cuyo, em Mendoza, e Universidad Nacional de La Rioja, em La Rioja.

Doutorou-se em História das Religiões e Antropologia Religiosa (2012) pela Universidade Paris IV-Sorbonne, com a tese “A representação da mulher e a invenção do ‘pecado da carne’ na vida grega de Adão e Eva”. Suas áreas de pesquisa são Judaísmo do Segundo Templo e Cristianismo Primitivo, Apócrifos e Pseudepigrapha, Estudos de Gênero e Estética. É autora de diversos artigos e resenhas em revistas internacionais e volumes de trabalhos coletivos.

Ela fará duas conferências em nosso congresso:

1) Liturgias e performatividade no judaísmo “apocalíptico”. O caso de Iael/Yahoel em A vida grega de Adão e Eva
Nesta conferência, estudaremos as menções a Iael/Yahoel em A vida grega de Adão e Eva (VGAE 29,4 e 33,5), com especial ênfase às dimensões “performáticas” e “performativas” que põem em foco os gestos e a ritualidade presentes nos textos do judaísmo do Segundo Templo.

2) Todos os males de Eva? Um novo olhar sobre diversos apócrifos do Antigo/Primeiro Testamento.
Esta apresentação dará ênfase aos poucos textos em que a primeira mulher adquire culpa exclusiva e tratará das escassas ligações de Eva com diferentes males a ela atribuídos. Começaremos com o esboço de um breve retrato e, em seguida, daremos ênfase especial a um texto extremamente complexo nesse sentido: A vida grega de Adão e Eva.

Matthias Henze

Alemão residente nos Estados Unidos da América, professor na Rice University, em Houston, Texas.

Doutorou-se na Harvard University (1997), no Departamento de Línguas e Civilizações do Oriente Próximo. Após seu doutorado, ingressou no Departamento de Religião da Rice University, onde agora é professor de Hebraico Bíblico e Judaísmo Antigo. Suas áreas de interesse incluem a Bíblia Hebraica, a literatura e o pensamento judaico na época do Segundo Templo, a literatura apocalíptica e os fragmentos de Qumran. Em particular, concentra-se nos textos que nunca se tornaram parte da Bíblia judaica e o que podemos aprender quando esses textos são lidos lado a lado com os escritos canônicos.

Suas duas conferências em nosso congresso serão:

1) 1Henoc e a pesquisa atual sobre livros pseudoepigráficos do Antigo/Primeiro Testamento.
Nesta conferência, 1Henoc será usado como exemplo para mostrar tendências recentes no estudo dos livros apócrifos/extracanônicos do Antigo/Primeiro Testamento. Mais do que um levantamento, trata-se de uma reflexão sobre o estado da pesquisa: perspectivas, desafios, conquistas e limites.

2) Tempo e temporalidade nos primeiros apocalipses judaicos.
Nos últimos anos, as diferentes construções do tempo nos primeiros escritos judaicos têm atraído muita atenção. Os autores judeus antigos simplesmente não pensam em termos de passado, presente e futuro. Esta palestra focará nos escritos apocalípticos e examinará suas diferentes maneiras de pensar a passagem do tempo.

 

Programação (atualizada em 04/06/24)

Em razão de reformas em alguns prédios da PUC-Minas, e também porque o nosso congresso ocorrerá em período letivo, haverá disponibilidade restrita de salas enquanto ocorrem as aulas matutinas. Em outras palavras, os GTs não poderão se reunir no período da manhã. Isso nos obrigou a fazer adequações na programação de nosso congresso, pois não teremos salas disponíveis para os GTs.

Pedimos a compreensão de todos e perdão por eventuais transtornos que estas mudanças possam provocar.

As alterações estão em negrito.

Terça-feira (20/08)

14:00 – Credenciamento

17:00 – Assembleia ordinária da Abib (1ª parte)

19:00 – Abertura e momento cultural

20:00 – Conferência inaugural:
– Jacir de Freitas Faria: 
Apócrifo ou extra-canônico: literatura aberrante, complementar ou alternativa em relação à Bíblia canônica?

Quarta-feira (21/08)

08:00 – 09:00 – Mesa temática 1:
Relações entre os apócrifos judaicos e o Cristianismo primitivo
– Marcelo da Silva Carneiro:
As duas portas e os dois caminhos: Interações entre o Testamento de Abraão e o Evangelho de Mateus
– Silvio Cezar José Pereira Gomes:
A imagem do Satanás na tentação de Jesus. Uma análise das tradições do Livro dos Jubileus e da Torá Oral

09:00 – 09:30 – Café

09:30 – 11:00 – Plenária: Conferência 1:
– Matthias Henze:
1Henoc e a pesquisa atual sobre livros pseudoepigráficos do Antigo/Primeiro Testamento

11:00 – 12:30 – Minicursos 1

12:30 – 14:00 – Almoço

14:00 – 15:30 – Grupos Temáticos (GTs) 1

15:30 – 16:00 – Café

16:00 – 17:30 – Grupos Temáticos (GTs) 2

17:30 – 18:30 – Intervalo

18:30 – 20:00 – Plenária: Conferência 2:
– Magdalena Díaz Araújo:
Liturgias e performatividade no judaísmo “apocalíptico”. O caso de Iael/Yahoel em A vida grega de Adão e Eva.

20:00 – Lançamento de livros e coquetel

Quinta-feira (22/08)

08:00 – 09:00 – Mesa temática 2: 
A produção apócrifa cristã
– Paulo Augusto Nogueira:
Religião de fronteira: Por que há tantos monstros nos apócrifos do Cristianismo primitivo?
– Franklin Alves Pereira:
Quem ri com Cristo ri melhor? O riso de Jesus no Evangelho de Judas Iscariotes

09:00 – 09:30 – Café

09:30 – 11:00 – Plenária: Conferência 3:
– Matthias Henze:
Tempo e temporalidade nos primeiros apocalipses judaicos

11:00 – 12:30 – Minicursos

12:30 – 14:00 – Almoço

14:00 – 15:30 – Grupos Temáticos (GTs) 3

15:30 – 16:00 – Café

16:00 – 17:30 – Grupos Temáticos (GTs) 4

17:30 – 18:30 – Intervalo

18:30 – 19:00 – Regionais Abib

19:30 – 20:30 – Assembleia ordinária da Abib (2ª parte) –
Eleição da nova diretoria

Sexta-feira (23/08)

08:00 – 09:00 – Mesa temática 3:
Releitura dos apócrifos no período medieval
– Valtair Afonso Miranda:
Recepções medievais apocalípticas mediadas pelo Apocalipse de Paulo
– Leonardo dos Santos Silveira:
A Recepção do Evangelho da Infância de Tomé no Período Medieval

09:00 – 09:30 – Café

09:30 – 11:00 – Plenária: Conferência 4:
– Magdalena Díaz Araújo:
Todos os males de Eva? Um novo olhar sobre diversos apócrifos do Antigo/Primeiro Testamento

11:00 – 12:30 Assembleia ordinária da Abib (parte final) –
Posse da nova diretoria

 

Grupos temáticos (com comunicações)

  • GT 1 – Torá / Pentateuco
  • GT 2 – Nebi’îm / Profetas (anteriores e posteriores)
  • GT 3 – Ketubîm / Escritos
  • GT 4 – Deuterocanônicos, apócrifos e extracanônicos
  • GT 5 – Literatura sinótica (Mateus, Marcos, Lucas-Atos)
  • GT 6 – Corpo joanino e cartas católicas
  • GT 7 – Paulo e cartas paulinas
  • GT 8 – História e arqueologia
  • GT 9 – Tradução da Bíblia: teorias, ferramentas e desafios
  • GT 10 – Uma Bíblia, muitas interpretações

Inscrições abertas até 30 de junho de 2024

Para ementas dos grupos temáticos e orientações para a escolha, clique AQUI.

 

Inscrições: prazos e valores

Para inscrições até 31 de maio de 2024:
     – Associados Abib (estudantes ou não): R$ 203,00
     – Professores não associados Abib: R$ 253,00
     – Estudantes não associados Abib: R$ 213,00
             (obrigatório enviar comprovação de matrícula em 2024)

Para inscrições após 01 de junho de 2024:
     – Associados Abib (estudantes ou não): R$ 234,00
     – Professores não associados Abib: R$ 304,00
     – Estudantes não associados Abib: R$ 244,00
             (obrigatório enviar comprovação de matrícula em 2024)

No formulário de inscrição, é já possível propor uma comunicação para um dos GTs e incluir um livro que você tenha publicado no momento de lançamento de livros.

Para ajuda sobre o formulário de inscrição, assista até o final ESTE VÍDEO.

Para inscrever-se, clique AQUI.

Sobre sugestão de hospedagem, clique AQUI.